(21) 2570-4749 | (21) 99907-0607 | (21) 99911-9100 titavidal@diadanoiva-rj.org

A mensagem feminista por trás dos vestidos de noiva Dior Couture de Chiara

 

Maria Grazia Chiuri e Chiara Ferragni falam da agenda feminista por trás dos vestidos da influencer italiana no dia de seu casamento

Chiara Ferragni casou a bordo de um Dior feito sob-medida para ela (Foto: Divulgação/Dior)

Chiara Ferragni casou-se com o cantor e jurado do X Factor Fedez hoje na frente de 160 de seus amigos e familiares mais queridos em Noto, Sicília, vestindo Dior Haute Couture. Assim como o modelito Prada sob medida usado na festa de boas-vindas na sexta-feira (31.08)  à noite no Palazzo Nicolaci, e as elaboradas criações de Alberta Ferretti para suas madrinhas, o vestido desenhado por Maria Grazia Chiuri – com mangas três quartos, corpete de crochê e saia de tule – trazem uma agenda feminista escondida.

Como os vestidos de noiva de Ferragni celebram as mulheres

 
 
 

“Foi muito importante as roupas terem sido criadas por três estilistas mulheres italianas”, Ferragni conta à Vogue, “por mulheres que foram importantes para mim em vários momentos da minha vida, que representam criatividade e independência, e que me inspiram”. Ela credita Ferretti como uma de suas primeiras apoiadoras; Prada por seus desenhos e personalidade “não convencional”; Chiuri por tudo que ela alcançou na Dior. “Não apenas por ela ser a primeira mulher a liderar essa importante maison francesa,” Ferragni diz, “mas também porque ela injetou um fascínio totalmente diferente na marca a fim de transmitir uma nova mensagem em relação aos novos papeis das mulheres, ao feminismo, o que é muito importante para mim”.

O apreço é mútuo. “Sempre admirei Chiara,” diz Chiuri. “Ela é um modelo feminista. Representa a empresária moderna, mas foi capaz de transformar seu sonho em trabalho sem ter de renunciar à sua feminilidade”. Os detalhes por trás do vestido de noiva de Ferragni No entanto, uma coisa que Ferragni teve de descartar foi sua ideia inicial de como seria seu vestido de noiva. Não que tenha se importado. “Nunca poderia imaginar que teria dois [tecnicamente três] vestidos Dior couture desenhados por [Maria Grazia] para mim”, diz sobre a primeira reunião entre elas sobre o vestido, no ano passado.

“Senti que ela queria se casar usando algo que representasse a mulher moderna que é”, Chiuri conta. O vestido de noiva, inspirado na herança italiana compartilhada pelas feministas, levou mais de 1600 horas e 400 metros de tecido para ser feito. “Fizemos um macaquinho de crochê que lembra o trabalho antigo do sul da Itália e França, onde a técnica está fortemente associada a uma tradição feminina”, conta a estilista da Dior.

As roupas da festa de casamento

As madrinhas do casamento dos #theferragnez (Foto: Reprodução/ Instagram)

As seis madrinhas de Ferragni – Pardis Zarei, suas irmãs mais novas Francesca e Valentina Ferragni, Martina Maccherone, Michela Gombacci e Veronica Ferraro – estavam usando designs que são uma homenagem tanto a Ferretti, uma marca à qual Ferragni permanece fiel desde o início de sua carreira, quanto ao meio-ambiente.

Em colaboração com a Eco-Age, os vestidos cor-de-rosa pregueados com trabalho de renda foram criados usando tecidos e forros reaproveitados e zíperes de modelos do acervo da marca. “Com a criação dos vestidos eco-sustentáveis, quisemos fazer do casamento de Chiara e Fedez não apenas uma celebração de seu amor e união, mas uma mensagem para comunicar a beleza ética”, diz Alberta Ferretti.

A mãe da noiva também usa uma criação de Ferretti da cor do céu, enquanto o pequeno Leo, de cinco meses, ostenta seu próprio traje Dior feito sob medida: mini macacão preto e camisa sob medida com a imagem de um pequeno leão e suas iniciais. O noivo segue o tema italiano e usa Versace. 

 

 

Comentários

Faça um comentário